quinta-feira, 18 de março de 2010

inconsciente

Pessoas no mar
Era uma festa
Não, era um passeio talvez
Pessoas em um grande grupo
como no colégio
(um pedaço falta)
Embaixo da água
no mar
Roupas e artefatos de mergulho
diversão
consertando carros no fundo do mar
diversão
emergimos já era dia
ninguém percebeu o tempo passar
nadamos de volta à praia
ondas grandes de jacaré
mergulhamos para tentar alcançar o ritmo certo
pra não nos espatifarmos na arrebentação
não alcanço
não me machuco
na saída é preciso escalar pequenos bancos de areia
eu opto por um arremedo de escada
degraus em falso
chego ao topo e ajudo os outros com mais dificuldade para chegar
meu irmão está embaixo
eu penso:
- ele está ajudando também
e eu só saio quando ele sair
O mar começa a subir
as ondas chegam bem perto
agora todos que eu ajudava estão em escombros de um ônibus
nenhum indicio de que houve algum acidente
mas o acesso às pessoas se torna difícil...

2 comentários:

Clarice disse...

Juana, minha filha! Cê não vai acreditar: sonhei com você de ontem pra hoje. E no meu sonho havia muita água também, e muita gente. Vou tentar recordar bem e depois te escrevo.
PS: Santa sincronicidade, Batman!

maria eme bê disse...

resíduos diurnos, resíduos diurnos...